Receba todas as novidades!
Deixe seus dados e receba nossos conteúdos direto no seu e-mail:
Seu e-mail está seguro conosco :)
Escolha por onde quer falar:
Bioenergética e a repressão das nossas emoções
Publicado em: 05/10/2019
Como pessoas preocupadas em trabalhar a nossa saúde de forma integrativa, nos preocupamos em tratar os sintomas sempre de dentro para fora. Porque a verdade é que tudo começa dentro de nós.

Acreditamos que absolutamente tudo na criação é energia. Partimos do conceito da bioenergética para entendermos a nós mesmos e nossas próprias reações que, se não forem bem direcionadas, nos causarão doenças.

A bioenergética é uma técnica terapêutica baseada nos ensinamentos do médico e psicanalista Wilhelm Reich, e a palavra "bioenergética" significa "energia da vida". A ideia principal por trás da bioenergética é a de que as nossas emoções interferem diretamente sobre o nosso físico e a nossa energia vital.

Essa terapia analisa e trata os efeitos nocivos e tudo que acontece no nosso corpo quando há a repressão de nossas emoções, principalmente aquelas que julgamos ser negativas (raiva, medo, inveja, ciúmes, tristeza…).
Acabamos bloqueando (como amor, alegria, ânimo, criatividade, coragem, paz…)
Quando nos seguramos, quando camuflamos uma emoção que está vindo à tona, pode perceber: o esforço não é apenas mental, nosso corpo também reage, fica tenso… e para que tudo isso aconteça, há uma grande quantidade de energia do nosso sistema vital que é, por assim dizer, desperdiçada.

Essas tensões musculares, aos poucos, se transformam em bloqueios, e logo, nos impedem de trabalhar e acessar emoções mais elevadas, opostos àquelas que acabamos bloqueando (como amor, alegria, ânimo, criatividade, coragem, paz…)

Para fazer essa energia que ficou literalmente "presa" em nosso corpo é que existem práticas como a aromaterapia e a meditação. A bioenergética por si só também trabalha exercícios práticos como a respiração para que as emoções sejam liberadas.
"Não existem emoções 100% positivas ou 100% negativas."
Reprimir faz mal à saúde
Você já pensou qual a relação que nossas emoções reprimidas tem com a nossa saúde?

Reprimir aquilo que sentimos é como o famoso "engolir sapos". A emoção não desaparece por completo: como não foi acessada nem trabalhada - talvez por vergonha, pudor etc -, fica armazenada em algum canto do nosso corpo, pinicando, fazendo mal aos pouquinhos, quase sem que a gente perceba.

A níveis emocionais, reprimir é interromper o fluir da vida. Comece pensando que não existem emoções 100% positivas ou 100% negativas. Todas fazem parte de quem somos, como seres humanos.

Reconhecê-las como normais, e não ter vergonha de se expressar, pode aliviar e melhorar em muito a sua saúde mental e emocional. Que tal experimentar?

Curtiu nosso conteúdo?

Compartilhe nas suas redes sociais!
E-book Gratuito!

Deixe seus dados e receba o e-book direto no seu e-mail:
Seu e-mail estará seguro conosco :)

Artigos relacionados

Quer receber as novidades?

Cadastre seu e-mail:

Conheça nossos cursos

Calma lá, não vá ainda!
Tenho uma surpresa para você! Deixe seu contato que vou te enviar um brinde por e-mail!
Seu e-mail está seguro conosco :)