Receba todas as novidades!
Deixe seus dados e receba nossos conteúdos direto no seu e-mail:
Seu e-mail está seguro conosco :)
Escolha por onde quer falar:
Como cuidar de cada tipo de pele
Publicado em: 08/10/2019
Existe muita confusão quanto aos diferentes tipos de pele. Isso acontece porque nem sempre uma pele "obedece" ou possui todas as características de um determinado tipo.

Muitas coisas podem influenciar a condição da nossa pele, a começar pela nossa alimentação. Mas o clima, questões hormonais, excesso de trabalho e estresse também devem ser levados em consideração quando vamos avaliar qual é, afinal, o nosso tipo de pele.

Nossa pele sente os efeitos de uma mudança brusca com rapidez. Por exemplo, se você mora num lugar cuja chuva é abundante, mas viajou para um local muito seco, com umidade baixa, naturalmente, a sua pele, por mais oleosa que possa ser, sofrerá e começará a descascar, ainda que isso não seja habitual.

Ou seja, embora a pele possa sofrer alterações devido a fatores isolados, quando vamos avaliar o nosso tipo, o melhor é pensar nas situações rotineiras.

Neste blog post, vamos começar a definir melhor os principais tipos de pele e como cuidar melhor de cada uma delas. Olha só…
Pele seca
É conhecida por sua textura fina e opaca, fácil descamação e pouca elasticidade.
Caracterizada por uma certa aspereza ao toque, a pele seca também é conhecida por sua textura fina e opaca, fácil descamação e pouca elasticidade. É o tipo de pele que forma rugas e flacidez com bastante facilidade.

No entanto, vale dizer que pele seca não é o mesmo que pele ressecada, ok? O ressecamento acontece em qualquer tipo de pele, principalmente devido à pouca ingestão de água ou falta de hidratação.

O principal cuidado com a pele seca está em evitar produtos secativos e caprichar na hidratação. Também é bom evitar banhos muito quentes e demorados, além do excesso de exposição ao sol.

Para este tipo de pele, os cosméticos naturais são grandes aliados. Opte por produtos com óleos vegetais de abacate, jojoba, oliva, rosa mosqueta e manteigas, como a de karité, que além de hidratar, nutrir com vitaminas e ácidos graxos essenciais, auxiliam na produção de colágeno e cicatrização com consequente efeito de renovação celular e rejuvenescimento tegumentar.
Pele mista
Um tipo comum para a maioria das pessoas é a pele mista. Ela não é difícil de ser identificada: observamos a famosa zona T (testa, nariz e queixo), onde se concentra o brilho do rosto e, desta forma, esse tipo de pele é propensa a apresentar comedões, poros dilatados, cravos e espinhas.

Já a lateral do rosto é opaca, embora fatores emocionais e o uso de produtos cosméticos em excesso possam fazer com que haja o surgimento de erupções cutâneas também nesta região.

No calor, esse tipo de pele torna-se ainda mais oleosa na zona T. Uma opção para amenizar a oleosidade é usar sabonetes neutros ou com argila e tônicos adstringentes, que vão remover o brilho sem ressecar. E eles podem ser naturais!

O uso do hidratante continua sendo importante, mesmo com excesso de oleosidade concentrada na zona T. Os óleos vegetais de girassol, oliva e semente de uva são mais leves, facilmente absorvidos e ajudam na regeneração celular da pele mista. Podemos fazer um sérum hidratante com algum desses óleos vegetais e incluir óleos essenciais, como: de lavanda, tea tree e copaíba por auxiliarem na função de secativa, antimicrobiana, regeneradora e antioxidante. Lembrando que as dosagens em proporções seguras de OE para pele do rosto são de 1% de concentração. Então, por exemplo, em 30 ml de óleo vegetal, podemos diluir até 6 gotas de OE's no total.

"O uso do hidratante continua sendo importante, mesmo com excesso de oleosidade concentrada na zona T."

Pele oleosa
Para a pele oleosa, a hidratação também é importante.
A pele oleosa é extremamente pegajosa e gordurosa. O brilho excessivo e os poros dilatados estendem-se por todo o rosto, e não só na zona T. O acúmulo de oleosidade nesse tipo de pele acarreta a dilatação dos poros e proliferação de bactérias, tornando-a muito propensa ao desenvolvimento de acne grave.

No entanto, nem toda pele oleosa pode ser considerada acneica. A hiperatividade da glândula sebácea pode ser controlada investigando cuidados e hábitos prejudiciais, alimentação inadequada, fatores genéticos ou alterações hormonais.

Para a pele oleosa, a hidratação também é importante. Aliás, muitas vezes é a falta de hidratação a responsável pelo 'efeito rebote', produzindo ainda mais sebo do que se a pele estivesse hidratada. Para alívio da oleosidade, o ideal é buscar por sabonetes, tônicos e hidratantes mais fluidos, como gel ou mousse que equilibram a oleosidade, nutrem e regeneram esse tipo de pele.

Outra dica é utilizar máscaras de argila, pode ser verde ou roxa. A máscara (água +argila) deve ser aplicada em camada generosa e removida antes de secar (uns 10, 15 min). A argila vai puxar e expurgar as impurezas da pele, retirar a oleosidade e auxiliar como agente secativo das espinhas. É muito importante que você evite deixar secar a argila no seu rosto para que essas impurezas não sejam jogadas novamente na superfície da pele (muitas pessoas erram nesta hora). Mas você agora está ligadinha!
Pele normal
A pele considerada "normal" é a famosa "pele de bebê". Extremamente equilibrada, possui textura fina, flexível, macia e aveludada. É livre de manchas, espinhas e oleosidade.

É um tipo de pele rara em adultos, devido às questões ambientais (sol), alimentação, excesso de maquiagem e aos desequilíbrios hormonais que se acumulam ao longo dos anos. Mas, mesmo em adultos, não quer dizer que a pele normal dispense cuidados: hidratação, limpeza regular e tratamentos preventivos são importantes para que ela se mantenha saudável.

E você, tem algum ritual de cuidado específico para o seu tipo de pele? Já conseguiu identificar qual o seu tipo de pele? Compartilhe com a gente nos comentários!

"Possui textura fina, flexível, macia e aveludada. É livre de manchas, espinhas e oleosidade."

Curtiu nosso conteúdo?

Compartilhe nas suas redes sociais!
E-book Gratuito!

Deixe seus dados e receba o e-book direto no seu e-mail:
Seu e-mail estará seguro conosco :)

Artigos relacionados

Quer receber as novidades?

Cadastre seu e-mail:

Conheça nossos cursos

Calma lá, não vá ainda!
Tenho uma surpresa para você! Deixe seu contato que vou te enviar um brinde por e-mail!
Seu e-mail está seguro conosco :)