Receba todas as novidades!
Deixe seus dados e receba nossos conteúdos direto no seu e-mail:
Seu e-mail está seguro conosco :)
Escolha por onde quer falar:
Transmutando a inveja
Publicado em: 17/10/2019
Como seres humanos em constante evolução, reconhecer e admitir sentimentos, inclusive aqueles considerados "negativos", faz parte da jornada. Um deles é a inveja.

Geralmente, gostamos de dizer que estamos sendo invejados, como se isso fosse termômetro do sucesso - mais uma vez, trata-se de crenças limitantes.

Mas e quando somos nós que sentimos inveja? Aí complica.

Crescemos ouvindo que sentir inveja é feio, que é pecado, que não pode. E realmente, sentir inveja não é algo digno de um prêmio, é uma energia densa - MAS pode ser muito interessante, se você se permitir aprender com este sentimento ao invés de negá-lo.

Acredite, o melhor a fazer é encarar o bicho, pois a negação faz com que cultivemos mais inveja.

Há alguns anos, cientistas japoneses descobriram que a área do cérebro ativada quando sentimos inveja é a mesma de quando sentimos dor física, assim como o nosso desejo de ver alguém que invejamos se dar mal desperta ondas cerebrais de prazer. Traduzindo? Invejar pode se tornar um vício, daí a importância de reconhecer quando você está sentindo inveja e transmutar.
"Quando sentir inveja, pare e pense: o que posso fazer e qual é o caminho para atingir tal resultado? Como plantar para colher o que desejo?"
Inconscientemente, ao sentir inveja, você envia para o seu cérebro mensagens de que você não é boa/bom o suficiente. Você se compara o tempo todo… e a mania de comparação adoece.

Quando sentir inveja, pare e pense: o que posso fazer e qual é o caminho para atingir tal resultado? Como plantar para colher o que desejo?

Você provavelmente encontrará respostas únicas de como "chegar lá" e começará a plantar o necessário.

A inveja é um pedido por mais amor-próprio. Aceitá-la é ter a chance de repensar aquilo que não anda legal na sua vida: pode ser carreira, relacionamentos, família…

Transforme este sentimento de falta... em inspiração, em força para alcançar e batalhar pelo que é teu, com tuas próprias ferramentas e virtudes. Vai ver que no fundo nada te falta, porque você é um ser muito capaz de criar coisas únicas.

Comece a valorizar o que já tem e reconheça suas próprias capacidades.

Quanto mais focado em desenvolver você mesmo, mais sucesso pra você e menos comparação e inveja em relação a outras pessoas.

Tem lugar pra todos nesse mundão, somos a abundância!
:)

Curtiu nosso conteúdo?

Compartilhe nas suas redes sociais!
E-book Gratuito!

Deixe seus dados e receba o e-book direto no seu e-mail:
Seu e-mail estará seguro conosco :)

Artigos relacionados

Quer receber as novidades?

Cadastre seu e-mail:

Conheça nossos cursos

Calma lá, não vá ainda!
Tenho uma surpresa para você! Deixe seu contato que vou te enviar um brinde por e-mail!
Seu e-mail está seguro conosco :)