Receba todas as novidades!
Deixe seus dados e receba nossos conteúdos direto no seu e-mail:
Seu e-mail está seguro conosco :)
Escolha por onde quer falar:
Você sofre de ansiedade?
Publicado em: 02/10/2019
Só no Brasil, já temos dados provando isso: somos, de longe, o país mais ansioso da América Latina.
As notícias não são animadoras, e ao seu redor, você já deve ter visto muita gente sofrendo de ansiedade: de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que até 2020, a ansiedade, lado a lado com a depressão, será o transtorno mais incapacitante do século.

Só no Brasil, já temos dados provando isso: somos, de longe, o país mais ansioso da América Latina.

De modo geral, a ansiedade traz consigo várias outras sensações conhecidas: nervosismo, medo, apreensão, preocupação… todas essas emoções são normais e todos nós as experimentamos algumas vezes na vida. Mas há pessoas que vivenciam esse misto de sensações diariamente: são as pessoas ansiosas.

A ansiedade, em grau normal, surge quando a gente precisa falar em público, enfrentar um problema, quando rolam expectativas sobre uma possível vaga de emprego, ou vésperas de provas e assim por diante.

Em dias comuns, quando aparentemente não há nada para se preocupar, é sinal de alerta se ela surgir e, principalmente, se for muito mais intensa e durar. Alguns sinais podem te ajudar a identificar se a sua ansiedade ultrapassou os limites normais e começou a comprometer a sua saúde emocional:
  • Vigilância e medo: você está em alerta quase o tempo todo, ou, pelo menos, numa frequência maior do que você poderia desejar. Você visualiza cenas terríveis com muita rapidez, e sente um medo absurdo pelo que está vivenciando, ainda que seja apenas na sua própria mente.
  • Descontar na comida: você alivia seu nervosismo descontando num docinho qualquer, ou em alguma comida de que goste muito. Por vezes, não come nem por prazer, só para aliviar os pensamentos. É comum não prestar atenção à mastigação e engolir com pressa.
  • Tensão muscular: a região cervical, sobretudo, é a mais afetada. É para ela que transferimos as nossas preocupações excessivas. E como o ansioso vive em alerta constante, relaxar é um desafio.
  • Irracionalidade e pensamento acelerado: medos irracionais brotam na sua mente a qualquer instante. É difícil separar as coisas e entender o que realmente tem fundamento e o que não. O pensamento acelerado te atropela, e por mais que você talvez saiba que há um certo exagero, sua mente insiste em dominar a situação, criando um verdadeiro caos e um cansaço, tamanha confusão mental.

Se você se viu em um ou mais aspectos acima, talvez seja a hora de procurar ajuda. E essa ajuda pode partir de você mesmo, se observando, adquirindo mais autoconsciência. A ansiedade é uma realidade comum, mas não precisa ser assim a vida inteira…

Curtiu nosso conteúdo?

Compartilhe nas suas redes sociais!
E-book Gratuito!

Deixe seus dados e receba o e-book direto no seu e-mail:
Seu e-mail estará seguro conosco :)

Artigos relacionados

Quer receber as novidades?

Cadastre seu e-mail:

Conheça nossos cursos

Calma lá, não vá ainda!
Tenho uma surpresa para você! Deixe seu contato que vou te enviar um brinde por e-mail!
Seu e-mail está seguro conosco :)