Receba todas as novidades!
Deixe seus dados e receba nossos conteúdos direto no seu e-mail:
Seu e-mail está seguro conosco :)
Escolha por onde quer falar:
Cosméticos Naturais: tudo o que você precisa saber sobre esses produtos
Entenda quais são as principais características de cosméticos naturais e como usar eles no dia a dia
Publicado em: 11/11/2020
Quando se fala em cosméticos naturais, é comum confundir com outras categorias de produtos, como os orgânicos ou veganos. Mas, afinal, como identificar um produto natural? Como reconhecer as melhores marcas ou produzir em casa? Quais as vantagens de investir e usar esse tipo de cosmético?

Neste artigo, você vai descobrir tudo o que precisa saber sobre cosméticos naturais: desde a definição e diferenças até os impactos positivos para a saúde e para o meio ambiente. Vamos lá?

  • O que são cosméticos naturais?
  • Quais são as melhores matérias-primas?
  • Cosméticos veganos e orgânicos são sempre naturais?
  • Por que usar cosméticos naturais?
  • Como é o mercado da cosmética natural no Brasil?
  • Como montar uma marca de cosméticos naturais?
O que são cosméticos naturais?
Para entender o que são cosméticos naturais, primeiro a gente precisa explicar o que caracteriza “cosmético”.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) define como cosméticos, perfumes e produtos de higiene pessoal as preparações de uso externo no corpo humano, como pele, cabelo, unhas e lábios. A finalidade é limpar, perfumar ou melhorar a aparência.

Isso significa que são os nossos sabonetes, perfumes, pastas de dente, shampoos, hidratantes, esfoliantes e outros. A composição pode ser tanto sintética quanto natural. Mas E é aqui que a gente entra no assunto deste artigo: como saber se o produto é natural?

Bom, no Brasil ainda não existem leis que regulamentem o que é um cosmético natural, mas a gente pode analisar isso olhando para os componentes: ao menos 95% das matérias-primas precisam ter origem na natureza. Isso quer dizer que não podem ter fragrâncias, corantes, espessantes ou conservantes artificiais.

Para ter certeza sobre a composição, existem duas formas principais: a primeira é olhar o rótulo do produto que você pretende comprar. A segunda é você mesma produzir o seu cosmético, sabendo exatamente que elementos está usando.

Caso você prefira, também pode procurar por marcas que tenham os selos IBD e Ecocert, que são as principais certificadoras do Brasil.


Quais as melhores matérias-primas?
Considerando que a natureza é abundante, há uma infinidade de matérias-primas que podem ser usadas na composição de cosméticos naturais. A seguir você confere um quadro com os componentes naturais reconhecidos pelos selos IBD e Ecocert:

As matérias-primas escolhidas vão variar de acordo com o produto que você quiser e o objetivo específico, podendo inclusive ser combinadas para que tenham efeitos terapêuticos.

Agora que você já sabe o que são cosméticos naturais, vamos explicar o que diferencia esses produtos de outros semelhantes!

Cosméticos veganos e orgânicos são sempre naturais?
Nem todo produto natural é necessariamente vegano ou orgânico. Da mesma forma, não é sempre que um produto vegano vai ser natural. Mas você pode, sim, encontrar um produto que tenha todas essas características. Vamos entender melhor as particularidades?

Cosméticos veganos
Por definição, um cosmético vegano é aquele que não tem componentes de origem animal e não foi testado em animais, ou seja, é “cruelty-free” ou sem crueldade.

Quer um exemplo bem simples? Um esfoliante natural que leva mel não é vegano, porque mel é uma matéria-prima que provém do reino animal. Outro exemplo é o colágeno, que também vem de animais.

Portanto, os produtos veganos são aqueles que usam matérias-primas do reino vegetal e até artificiais, mas que em hipótese alguma envolvem animais na cadeia de produção. Isso quer dizer que também podem conter componentes sintéticos, como aqueles provenientes do petróleo - parabenos, micropartículas de plástico, óleo mineral, entre outros.

Percebe a diferença? Em alguns casos, o cosmético pode ser vegano, mas não necessariamente será natural e vice-versa.

Cosméticos Orgânicos
Conforme a legislação brasileira, um produto orgânico é obtido em um sistema de produção agropecuária 100% natural. O processo de extração também deve ser sustentável e não prejudicar o ecossistema local.

Assim, os cosméticos orgânicos são aqueles formulados com ingredientes naturais, cujo selo assegura que não há agrotóxicos, pesticidas ou outras estratégias similares nos plantios.

Pense, então, em uma plantação de cocos. Eles podem ser cultivados sem estimulantes e conservantes em um contexto sustentável ou podem ter alguns “hacks” para que cresçam mais rápido e sejam mais resistentes a pestes.

O primeiro coco, que vai dar origem ao óleo de coco que você pode usar em várias preparações de cosméticos, é orgânico. Já no segundo caso, não. Importante destacar que existe, ainda, uma proporção ideal na composição do produto.

De acordo com Instituto Biodinâmico, para que um cosmético seja considerado orgânico, ele precisa ter no mínimo 95% de ingredientes orgânicos na formulação. Os outros 5% podem ser compostos por água e outras matérias-primas naturais. Ou seja: todo produto orgânico é natural, mas nem todo produto natural é orgânico.

Vale lembrar que os produtos orgânicos devem ser certificados por órgãos credenciados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Assim, caso você vá produzir um cosmético natural e queira que ele seja orgânico, a dica é buscar por ingredientes que tenham os selos registrados. Confira a relação aqui.

Ficou mais fácil entender as particularidades? Então vamos falar sobre os benefícios de investir em cosméticos naturais!


Por que usar cosméticos naturais?
O consumidor não quer que cuidar da beleza signifique sacrificar a saúde ou prejudicar o meio ambiente. Nesse sentido, os cosméticos naturais têm muitas vantagens quando comparados aos produtos convencionais.

Isso porque, na produção convencional, são usados componentes sintéticos que têm substâncias tóxicas. Entre elas estão aromatizantes, corantes e conservantes, que podem causar desde irritações e alergias até doenças mais sérias, como câncer.

Outro aspecto é que esses produtos são feitos com o objetivo de vender em escala. Assim, nas formulações de shampoos, sabonetes e hidratantes, por exemplo, existem elementos como petrolatos, que apenas dão a sensação de maciez e hidratação quando, na verdade, criam uma camada impermeabilizante que impede esse processo.

Além disso, como muitos produtos convencionais têm componentes oriundos do petróleo, eles têm difícil decomposição no meio ambiente. É o caso da parafina, dos parabenos e das microesferas de plástico, comuns em esfoliantes e lenços umedecidos, por exemplo.

Usados diariamente em diversos produtos por quase todas as pessoas da Terra, esses compostos descem pelo esgoto e chegam a rios, lagos e oceanos. Então além de prejudicar ecossistemas, isso tudo volta para nós mesmos, seja pela ingestão de peixes e frutos do mar, seja por outras vias.

Por isso que os cosméticos naturais têm tantos benefícios! Separamos 5 motivos para você apostar de vez nesses produtos:

  1. Eles são eficientes para cuidar da aparência e da higiene sem causar danos, já que o organismo só absorve nutrientes com os ingredientes naturais;
  2. Eles podem ser personalizados para o seu gosto e sua necessidade;
  3. Podem incluir propriedades terapêuticas com ervas fitoterápicas e óleos essenciais na composição;
  4. Quando descartados no lixo ou nas tubulações, se decompõem com facilidade, sem toxinas para os ecossistemas e sem prejudicar o meio-ambiente;
  5. Favorecem uma economia local, artesanal e sustentável, em que você mesma pode ser a pessoa que produz.

Diante de tantas vantagens, não é à toa que esse é um mercado em pleno crescimento no mundo inteiro, sendo apontado como uma das principais tendências futuras.



Como é o mercado de cosméticos naturais no Brasil e no mundo?
A expansão do mercado mundial de produtos de beleza feitos com matéria-prima natural já é uma tendência. De acordo com um estudo da Universidade Estadual Paulista (Unesp), esse setor cresce entre 8% e 25% ao ano.

O potencial de crescimento já aponta para uma nova forma de consumir esses produtos. A projeção é que o mercado global de cosméticos naturais deve valer US$ 48,04 bilhões até 2025, segundo este relatório da Grand View Research.

O motivo para o crescimento é a mudança de comportamento do consumidor. Cada vez mais, as pessoas têm acesso a informações qualificadas e entendem os impactos que produtos artificiais causam na própria saúde e no meio ambiente.

No Brasil não é diferente. A pesquisa “A percepção dos consumidores brasileiros sobre cosméticos sustentáveis”, conduzida pelo portal especializado Use Orgânico, que entrevistou 1.517 pessoas de todas as regiões do país, demonstrou que 48% preferem produtos com ingredientes naturais na formulação.

Com isso, percebe-se que o consumidor procura por itens seguros que, além de agregar benefícios verdadeiros, sigam uma cadeia produtiva sustentável. A partir dessa mudança, empreender no ramo da cosmética natural é um projeto promissor.
Como abrir uma loja de cosméticos naturais com pouco dinheiro?
Para empreender em Cosmética Natural é necessário entender sobre esse mercado e dominar as formulações possíveis. Por isso, o primeiro passo é adquirir conhecimento, e a melhor forma de se profissionalizar é com cursos de formação.

Esse investimento inicial é baixo e já permite que você tenha contato com outras empreendedoras, conheça fornecedores e possa entender o oceano no qual está entrando.
Em seguida, você deve pensar em como será a sua loja - física, virtual?

Para qualquer um dos casos, você deve ter um site e apostar com tudo nas redes sociais para que mais pessoas conheçam você e o seu trabalho. Afinal, a gente já viu que existem cada vez mais consumidores interessados em cosmética natural. Você só precisa chegar até eles com uma boa comunicação!

Além disso, é interessante investir em produtos e condutas que diferenciem você e sejam originais. O que a sua marca tem que as outras não têm? Pense nisso e vá expandindo aos poucos!

Você não precisa de muito dinheiro para começar, mas é fundamental ter um planejamento financeiro e saber administrar seus negócios. O mais importante mesmo é dar os primeiros passos, pôr a mão na massa e colocar o que você produziu no mundo.

E você, já usa cosméticos naturais ou pensa em empreender nessa área? O que te impede de começar?

Curtiu nosso conteúdo?

Compartilhe nas suas redes sociais!
E-book Gratuito!

Deixe seus dados e receba o e-book direto no seu e-mail:
Seu e-mail estará seguro conosco :)

Artigos relacionados

Quer receber as novidades?

Cadastre seu e-mail:

Conheça nossos cursos

Calma lá, não vá ainda!
Tenho uma surpresa para você! Deixe seu contato que vou te enviar um brinde por e-mail!
Seu e-mail está seguro conosco :)